A importância da publicidade on-line para o seu negócio
15 de junho de 2018
5 passos para ativar seu modo criativo para encontrar soluções
7 de fevereiro de 2020
Mostrar tudo

Marketing Digital: o equilíbrio entre convencimento e efeito

Marketing digital: o equilíbrio entre convencimento e efeito 

O empreendedor que consegue encontrar a melhor maneira de falar sobre seu produto já está muito à frente de seus concorrentes em qualquer praça. Em nossa realidade de dinâmica, divulgar informações rápidas, indicar canais de comunicação precisos, aliados a uma forte presença digital, são grandes ferramentas de venda em um mundo guiado por reviews e indicações online. 

Neste cenário, com disputas cada vez mais acirradas pela tecnologia, o empreendedor – que tem pouco ou nenhuma experiência em comunicação voltada para o marketing – encontra nas agências de comunicação o departamento de marketing digital que se encaixa perfeitamente ao tamanho do seu negócio, vontade e capacidade de investimento. 

É comum que em empresas de médio e pequeno porte não haja um setor dedicado exclusivamente à comunicação, que vamos chamar aqui de “convencimento e efeito”. O empreendedor está só para pensar, agir, convencer e vender. E tem sido assim desde sempre. As técnicas de convencimento têm sido usadas desde que os pequenos comércios foram organizados nas primeiras urbanizações. Mercadores e vendedores ambulantes usavam a oralidade para destacar as qualidades de seus produtos. 

A oralidade evoluiu para escrita e no Império Romano já havia produtos e serviços sendo anunciados em inscrições na paredes e tabuletas em áreas de grande movimento. Tudo, imagina-se, pensado pelos empreendedores da época. Falando sobre seu produto, eles entendiam que, fazendo isso mais e melhor, convenceriam e efetivariam mais vendas. Estavam gerando leads – sem landing pages –  antes mesmo da invenção de imprensa, leads no boca-a-boca. 

Convencimento e efeito

É importante que ao pensar sobre a necessidade de apresentar sua ideia para “convencimento”, o empreendedor tenha em mente que é nesse aspecto que o marketing digital se apoia. Não se trata apenas de vender um produto a quem quer ou precisa, mas sim, comunicar de maneira a tornar esse desejo de ter, uma necessidade. Seja pelo teor do conteúdo/mensagem ou pela repetição, na presença constante em feeds.  

Comparado a canais de propaganda anteriores à internet, o marketing digital é essencialmente mais barato, rápido, direcionado e mais fácil de ser avaliado, repensado, refeito. Soma-se a isso, a precisão de mensuração de resultados que as plataformas digitais permitem de cada ação, dinheiro e tempo investidos.

Ser uma fonte de ideias

Nessa descoberta do espaço digital, o sucesso de um produto está cada vez mais ligado às ideias que o cercam e como essas ideias se concretizam. Pensemos, por exemplo, em uma pizzaria. Talvez ninguém precise ser mais compelido a comer pizza, porque todo mundo sabe que é bom. O empreendedor que decidiu investir em uma pizzaria acredita nisso. Ele sabe que seu produto é bom, saboroso, com bom custo-benefício e algum diferencial. Ele conhece o efeito. Porém, precisa da ajuda de quem entende de convencimento para ampliar sua força. É o papel da agência de marketing digital. 

As agências estão diretamente ligadas ao convencimento, por conhecerem as técnicas, tecnologias e disporem de ferramentas para isso. Já o empreendedor está relacionado ao efeito. O que será feito depois de a pessoa se convencer em comer pizza? Pode pedir por aplicativo? Há entrega? Descontos? 

Estimular essa relação de causa e efeito online, tem sido o maior objetivo do uso do marketing digital pelas empresas. Não necessariamente a venda, mas a busca da perfeita interação, capaz de estabelecer laços de confiança e fidelidade, palavras mágicas no mundo digital. 

Como eu posso começar? 

Responder a três perguntas simples podem lhe ajudar a encontrar o caminho inicial para ter uma presença digital com abordagem e estratégia adequadas ao seu empreendimento. As perguntas são as seguintes:

O que sua empresa quer comunicar de verdade? Será que você apenas quer vender? Ou há muito mais para dizer sobre seu produto e experiência de mercado? Responder a esse questionamento ajudará você a definir informações que deverão ser estrategicamente desenvolvidas online.

Isso respondido, o próximo passo será se perguntar: quem será atingido por suas informações específicas? O que essas pessoas devem ser estimuladas a fazer? Para onde irão? Esse questionamento vai ajudar você a entender quem é seu público, onde ele está e como se movimenta no espaço digital.

Por fim, decidir como você irá comunicar as ideias associadas ao seu produto ou serviço é a chave motora de sua presença. Aqui, linguagem, canais, elementos, cores e imagens se juntam para que a ideia possa chegar de maneira precisa, inspirando a palavra mágica: confiança.  

Quer ajuda no convencimento? Clique aqui e peça um contato de especialista da PropagaTur!

Deixe seu comentário!